29 de abril de 2009

Capitães da Areia - Jorge Amado


Ontem fui ao teatro assistir a peça do livro de Jorge Amado, Capitães da Areia. Comecei a ler o livro hoje e só pela peça já posso imaginar o quão bom deve ser.

Acho que foi a melhor peça que já vi e também com os melhores atores.


O livro retrata a vida de menores abandonados, os "capitães da areia", nome pelo qual eram conhecidos os "meninos de rua" na cidade de Salvador. Quem comandava o bando é Pedro Bala.

Retrata os meninos como moleques atrevidos, malandros, espertos, famintos, ladrões, agressivos, falsos, soltos de língua, carentes de afetos, de instrução, de comida.

O que o livro "Capitães da Areia" nos transmite, é o fato de cada um dos garotos tentar substituir o amor de mãe que lhes falta. Pirulito descobriu Deus para lhe transmitir um pouco desse carinho; Volta-Seca no seu padrinho, Lampião, que lhe permitia sonhar que um dia se juntaria a ele e juntos lutariam contra o sistema; Professor acha seu afeto na pintura e nela mostra seus sentimentos;e assim por diante. Contudo, a realidade é que por mais que eles tentem, esse carinho de mãe não pode ser substituído e que há sempre aquele espaço vazio nos seus corações, o que os leva a continuar a conduzir a vida, na maior parte dos casos, pela criminalidade.


Não vou dizer muito sobre a história, apenas quero deixar vocês com um pouquinho de curiosidade. Com certeza a opinião de vocês sobre "meninos de rua" mudará. Quem já leu ou viu a peça sabe do que estou falando.

Ahh!!! Um filme do livro já está sendo gravado, a direção é de Cecília Amado, neta de Jorge Amado. Não sei quando será o lançamento, mas estou na expectativa.


Beijos, se cuidem!

Um comentário:

Anônimo disse...

é legal esse seu blog , mas triste por não mais tu falar comigo Fer , deve ser algo pessoal , mas lhe entendo , beijos do Rafa ( ex/costamar ) .