29 de setembro de 2009


Como se faz uma postagem enquanto o Helio de la Peña tá vestido de mulher dizendo "Minha calcinha tá atochada no rego" no Casseta e Planeta?

Missão Impossível parte 3145254
Fica pra próxima

26 de setembro de 2009

24 de setembro de 2009

Pra elevar minhas ideias, não preciso de incenso



O presente não devolve o troco do passado,
Sofrimento não é armagura,
Tristeza não é pecado,
Lugar de ser feliz não é supermercado
(Piercing)

21 de setembro de 2009

A estranha potencia das palavras... me atormenta


Isto é uma cilada!
Fuja pra qualquer lugar, fuja para o nada.
Meus pensamentos estão assim. Preciso fazer uma redação para quarta feira sobre o tema: "A estranha potência das palavras".
É uma cilada.
Já pensei sobre várias coisas,
várias coisas vagas e sem sentido completo.
Tenho bastante ideias dentro de mim, mas estou como aquele poema de Drummond: "Gastei uma hora pensando em um verso, que a pena não quer escrever".
Já estou na segunda hora.
Legal mesmo é saber que Drummond não estava sentindo a mesma coisa que eu, ele sabia realmente sobre o que escrever, foram versos simples e que ficarão marcados para sempre. Já perdi a conta de quantas provas fiz e que tinham esse poema... O cara é bom mesmo.
A estranha potência das palavras, nunca vou esquecer desse tema. Lucinha, dessa vez você pegou pesado, ou será que minhas ideias estão pegando pesado comigo por não estarem organizadas na minha mente?
E agora José?
Se ao menos eu conseguisse um ponto de partida.
É uma cilada, é uma cilada