5 de dezembro de 2010

Para o meu amor

Não da pra negar,
Eu posso decifrar as suas falas e adivinhar os seus carinhos.
Não da pra fingir,
Todo esse seu sorriso e sua fala me surpreende.
Não da pra enganar,
Você tem as minhas medidas, seu abraço é do tamanho da minha saudade.

É, não da pra esconder...
O quanto eu amo você

Nenhum comentário: