20 de dezembro de 2012

212ª Citação: "Todo o homem que lê de mais e usa o cérebro de menos adquire a preguiça de pensar"

Boa noite gente!

Bem que dizem que nunca sabemos como estaremos no dia seguinte. Ontem estava ótima e hoje vocês nem imaginam a virose que peguei, estou com uma vida de rainha. Que vida... espero melhorar logo, uma das piores coisas é ficar de molho em casa, com o corpo ruim, éca... eu não gosto nem um pouquinho.
Ainda mais hoje que é o último dia de vida para todos nós, né? Amanhã acaba o mundo minha gente e eu estou aqui, toda morta. Que besteira essa, os Maias nunca disseram que o mundo acabaria no dia 21/12/2012, mas que seria o começo de uma nova Era. Alguém acredita? Eu até acho que acredito, basta olharmos ao nosso redor para ver quantas coisas mudaram e estão em fase de mudança - principalmente no que diz respeito aos valores da humanidade. Amanhã comentarei mais sobre esse assunto de fim de mundo pois hoje quero escrever sobre algo que gosto muito: leitura e contos infantis.

Quando criança era uma garotinha muito tímida, cheia de inseguranças, de poucas palavras e com uma dificuldade imensa de me expressar. Quando tinha as "mini redações" do colégio para fazer era um sufoco. Eu nunca entrava em detalhes sobre as minhas férias, nunca contava com ânimo sobre meu bichinho de estimação, ou minha família e amigos. Lembro que minha mãe dizia que era preciso eu contar mais coisas, dizer para onde fui viajar, com quem estava, o que aconteceu,o sabor do sorvete que tomei, alguma brincadeira que armei... mas e para isso acontecer? Que dificuldade!
Além de todas as atividades que minha mãe me colocou para fazer a fim de ajudar na minha timidez, sempre incentivou-me muito a ler. Primeiro eram livrinhos curtos e com muitas imagens, depois as linhas foram aumentando, aumentando, aumentando... e até que um dia eu estava lendo Éramos Seis na sexta série. As poucas palavras as quais escrevia quando estava no ginásio ajudaram-me muito no colegial e no cursinho pré-vestibular. Conseguia escrever textos enxutos, objetivos e com os detalhes relevantes, sem dar muitas voltas.
Hoje minha maior paixão é escrever. Como é bom estar no meu quarto e escutar apenas o ventilador ligado e o som das teclas no meu computador. Quem imaginou que um dia eu diria isso? Eu nunca!
Esses fatos vieram em minha mente como um filme hoje. Foi só entrar na página do GOOGLE e ver o Doodle em homenagem ao 200° Aniversário dos Contos de Grimm. Gente, que saudades me deu. Lembro como se fosse hoje quando eu estava no Centro de Americana com a minha mãe e ela saiu correndo para comprar o livro "Um tesouro de contos de fadas" (imagem ao lado). É uma coletânea de contos infantis e a maioria deles são dos irmãos Grimm. Meu preferido sempre será Hansel e Gretel, o João e Maria aqui no Brasil.
Agradeço pelo privilégio de ter adquirido esse gosto, agradeço minha mãe, meu pai, minha irmã e aos professores de português de redação. Hoje carrego dentro de mim algo de muito valor que é a leitura e a escrita. Quero passar isso para os meus filhos!
Não poderia encerrar essa postagem sem essa frase do Albert Einstein:

" A leitura após certa idade distrai excessivamente o espírito humano das suas reflexões criadoras. Todo o homem que lê de mais e usa o cérebro de menos adquire a preguiça de pensar".


Boa noite para quem fica porque eu fui! Até amanhã!
Beijocas carinhosas da...
Fe





Nenhum comentário: